Resultados da Apple esmagam projeções em toda a linha

      By ASAP - 28 July 2021
As receitas e os lucros por ação da Apple no seu terceiro trimestre fiscal ficaram acima do projetado e todas as grandes linhas.

Todas as grandes linhas de produto cresceram mais de 12% em termos homólogos. Mas a empresa da maçã segue em queda na bolsa depois de ter advertido para o facto de o crescimento no atual trimestre poder não ser tão bom.

A tecnológica liderada por Tim Cook reportou esta noite as contas do terceiro trimestre fiscal, terminado a 26 de junho, com a empresa a revelar um crescimento das vendas em todas as grandes linhas de produto: iPhone; Mac; iPad; wearables, casa e acessórios (como os headphones sem fios AirPods); e serviços.

40020-76968-2021-AAPL-Q1-Results-xl-epYPC2UHe1.jpg

O volume de negócios da Apple no trimestre terminado em junho aumentou 36% face ao mesmo período do ano passado, para 81,41 mil milhões de dólares. A estimativa dos analistas inquiridos pela Refinitiv para as receitas era de 73,30 mil milhões de dólares e a dos questionados pela Bloomberg era de 73,82 mil milhões.

 

As receitas do iPhone dispararam 49,78% em termos homólogos, fixando-se em 39,57 mil milhões de dólares, contra 34,01 mil milhões esperados pelo consenso de mercado.

 

Já as vendas do iPad ascenderam a 7,37 mil milhões, mais 12% do que no mesmo trimestre do ano passado, quando a projeção média dos analistas auscultados pela Refinit era de 7,15 mil milhões.

 

A faturação do Mac foi de 8,24 mil milhões, também acima das estimativas – que apontavam para 8,07 mil milhões de dólares – e a subirem 16% face ao período de abril a junho de 2020.

 

Por seu lado, o resultado líquido ascendeu a 21,74 mil milhões de dólares, contra 11,25 mil milhões no mesmo período do ano passado.

 

O lucro diluído por ação foi de 1,30 dólares (contra 65 cêntimos de dólar no mesmo trimestre de 2020) –, ficando acima da média de 1,01 dólares prevista pelos analistas consultados pela Refinitiv.

 

"Neste trimestre, as nossas equipas operaram num período de inovação sem precedentes, partilhando novos produtos poderosos com os nossos utilizadores, numa altura em que usar tecnologia para conectar as pessoas em todo o lado nunca foi tão importante ", declarou Tim Cook no relatório de apresentação das contas.

 

No entanto, a empresa sediada em Cupertino (Califórnia) alertou que o crescimento no atual trimestre (o seu quarto trimestre fiscal), que termina no fim de setembro, não será tão robusto como o do terceiro trimestre, o que desiludiu os investidores.

 

Assim, as acções da tecnológica seguem a ceder 1,68% para 144,31 dólares na negociação fora de horas em Wall Street. Já estiveram a recuar mais de 3% mas estão a reduzir as perdas devido aos bons números reportados esta noite. A empresa encerrou a sessão regular desta terça-feira a perder 1,49% para 146,77 dólares.


Fonte | Jornal de Negócios